Marque já a sua consulta! (21) 3268-3492 (21) 99056-8583

Intoxicação alimentar aumenta no verão


Geração online
Intoxicação alimentar aumenta no verão: conheça os sintomas e saiba como prevenir
Muito comum, a intoxicação alimentar fica ainda mais frequente no verão. Isso porque o calor favorece a proliferação de bactérias e fungos, acelerando a decomposição dos alimentos, principalmente aqueles que são armazenados inadequadamente. Segundo a dra. Paula Campagnolo, clínica geral da Medcenter Policlínica Copacabana, uma das grandes causas de intoxicação alimentar está relacionada com a ingestão de alimentos contaminados.
“Por conta das férias e de viagens, é mais comum que as pessoas façam suas refeições e lanches em restaurantes, bares, parques e praias. Porém, é preciso ficar atento ao modo de preparo e à manipulação dos alimentos, à higiene do local escolhido para a refeição, ao armazenamento dos ingredientes, aos prazos de validade e à qualidade da comida para evitar danos à saúde”, afirma a médica.
Os principais sintomas da intoxicação alimentar são: náusea, diarreia, vômito, dor abdominal, febre e mal-estar. Porém, por causa da grande perda de líquidos, muitos casos podem evoluir com consequências mais sérias como a desidratação, principalmente em crianças, idosos e portadores de doenças crônicas. Portanto, deve-se estar atento a alguns sinais: diminuição da diurese (que é o volume de urina), olhos encovados e redução do turgor da pele (quando, ao puxar levemente a pele, ela demora a voltar à posição normal).
Em geral, o tratamento é simples e o quadro de intoxicação alimentar dura de poucas horas a alguns dias. Nesse período, é interessante ingerir bastante água e optar por uma alimentação mais leve, evitando bebidas alcoólicas (que podem agravar rapidamente a desidratação), refrigerantes, café e alimentos açucarados, muito condimentados ou com alto teor de gorduras. Contudo, caso os sintomas fiquem mais intensos – com febre, vômito persistente, sangue nas fezes ou qualquer sinal de agravamento – deve-se procurar ajuda médica imediata.